MENU

QUADRINHOS

Fãs encontram cartas que George R. R. Martin mandou para a Marvel nos anos 60

E Stan Lee respondeu

Da redação - 20/07/2016 21:43

Bookmark and Share
Uma das cartas enviadas por George Martin

Ele é o criador de Game of Thrones e é mundialmente famoso por isso, mas também já foi um grande fã de quadrinhos. Tanto é que George R.R. Martin escreveu uma carta para a Marvel e que foi endereçada a Stan Lee e Jack Kirby, a dupla responsável pela criação dos principais super-heróis da editora. Isso aconteceu em 1963, quando Martin tinha apenas 15 anos e era um leitor inveterado de HQs. No texto, a jovem parabeniza os dois pela edição número 17 da revista do Quarteto Fantástico, dizendo que ela foi “absolutamente estupenda”.

Veja o que Martin escreveu:

“Queridos Stan e Jack,

Quarteto Fantástico #17 foi a melhor das melhores. Estou até agora maravilhado com ela, tentando fazer o impossível, que é descrevê-la. Ela é absolutamente estupenda, sensacional! Não posso conceber como vocês conseguiram colocar tanta ação em apenas algumas páginas. Ela vai viver para sempre como uma das melhores HQs do Quarteto já impressas, digo, uma das melhores de TODOS os tempos. Em que outra revista em quadrinhos você poderia ver um herói cair num bueiro, uma heroína confundindo um inventor de brinquedo com um criminoso e o presidente dos EUA deixando uma conferência eu poderia determinar o destino do mundo só para colocar sua filha para dormir. A história épica, espetacular e empolgante não é tudo o que fez esta revista tão boa. A seção de cartas também foi ótima. Eu quase morri quando vi a carta de Paul Gambaccini. Vocês o fizeram mudar seu jeito. Aquela carta foi um brado em relação àquela mostrada em Quarteto #9. E aí ainda estava escrito na capa A MAIOR REVISTA EM QUADRINHOS DO MUNDO! Brilhante! Vocês eram tipo a pior revista do mundo quando começaram, mas estabeleceram um ideal e conseguiram! E se vocês fossem hoje apenas metade do que são, já seriam a melhor revista!!!

George R. Martin
35 East First St.
Bayone, N.J.”

A resposta foi:

“A gente deveria parar enquanto estamos vencendo”.

Numa outra carta, de 1964, Martin revela um furo no roteiro da edição número treze do Quarteto Fantástico. Ele escreveu: “Na última vez em que vimos o Fantasma Vermelho, ele estava preso na Lua e era perseguido por três gorilas poderosos que apontavam o raio paralisante no Senhor Fantástico. Agora, do nada, vocês fazem que ele tenho controle completo sobre os macacos e não explicam como isso aconteceu.

A resposta de Stan Lee foi: “Uau! Estamos envergonhados! Quer saber a verdade, George? Esquecemos completamente onde deixamos o Fantasma Vermelho e não tivemos tempo de olhar nas edições porque as prensas já estavam no nosso pescoço para fecharmos a revista! Mas que tal a gente oferecer um prêmio para o leitor que aparecer com a melhor explicação de como ele se salvou?”

Numa entrevista para a Rolling Stone, o autor disse que foi muito importante para sua carreira ter seu nome (e endereço completo) publicado. Assim, ele pode receber cartas de outros fãs e também fanzines, o que o incentivou a escrever suas próprias histórias. E, bem, o resto você já sabe.

jSC1PWJD2uC

My hat is off to your astute command over this toicp-bravo!

por: cSzxOGsaFt1

Fãs

Gostei tmb que apesar de ver o erro ele não deixou de curtir as hqs e muito menos se tornou motivo para ele desgostar e dizer que tudo era lixo. Sensacionais as atitudes.

por: Renan Silveira

Sensacional!

Achei essa história muito legal. Tive uma carta minha respondida pela DC nos anos 80. E compro e leio até hoje! É o tipo de coisa que fideliza os leitores e em casos extremos, produz escritores de sucesso, como o caso do Martin.

por: Valestra

Emocionante

Como leitor assíduo e colecionador de quadrinhos na infância/adolescência, é emocionante saber que tantos gênios da literatura e cinema eram fãs de quadrinhos na juventude, como Martin, Alan Moore, Del Toro e tantos outros. Com certeza foi quando despertaram suas genialidades. Também é bonito ver a atenção que os profissionais davam aos leitores, como a própria resposta do Stan Lee ao George Martin admitindo o erro no roteiro e ainda apontando uma inteligente solução interativa. Velhos e bons tempos!!!

por: Nardélio Luz

enganador e deslumbrado

Esse pseudo escritor de uma obra só não merece respeito, ou, merece o respeito que ele tem pelos seus desavisados leitores. Joguei no lixo meus 5 livros de As Crônicas de Gelo e Fogo, nem para doação servem.

por: Neto Golias

Bacana de ver

Além de ser emocionante ver a paixão de Martin pelas hqs, é também emocionante ver a humildade dos caras ao publicarem uma carta explicitando uma crítica e sendo tão honestos com a situação.

Hoje em dia, quando não se concorda com algo, ao invés de uma crítica sincera, temos os ataques e as ameaças. Censura é troco pra essa gente que defende cegamente algumas ideias.

por: Marcos Rocha

Nowadays

Se fosse hoje, ele receberia é ameaças de morte de fãs que são incapazes de verem seus ídolos serem criticados.

por: John Paul